Seja bem vindo

Pão com Tempo Sourdough

Pão feito com fermentos naturais (sourdough), que para além do seu sabor característico, é um pão mais saudável e fácil de digerir.

Vamos a isso

Pão com Tempo - a história

about img

QUEM SOMOS

Padeiro amador & apaixonado

O Pão com Tempo nasceu da dificuldade de encontrar pão de qualidade à venda. Farto de comer pão industrial comecei a fazer pão em casa. Daí até começar a procurar alternativas naturais aos fermentos comerciais foi um saltinho. Porque os fermentos comerciais, principalmente as leveduras secas, deixam um sabor estranho no pão.

Mas sourdough porquê?
Por muitas razões.
Primeiro que tudo por causa do sabor. O sabor do pão tradicional, daquele que se fazia nas nossas aldeias, vem da utilização de "massa velha". Este termo varia muito de região para região, mas o procedimento é sempre o mesmo: parte da massa do pão é guardada para ser utilizada na preparação da massa seguinte. Em alguns casos amassava-se o pão uma vez por semana. A sourdough é uma mistura de farinha e água, uma massa, que serve para preservar o fermento que se utiliza para fazer o pão. É regenerada todos os dias, de uma forma controlada, e permite a elaboração do pão de uma forma natural, já que na preparação de uma sourdough não se utiliza nada mais que farinha e água. Essencialmente é uma "massa velha" mantida em condições controladas. No final o pão produzido com a sourdough sabe aos pães tradicionais portugueses.
Em segundo lugar, e também bastante importante, porque este tipo de fermentos aumenta a qualidade do pão. Os ácidos produzidos por este fermento, maioritariamente ácido láctico, que são responsáveis pelo travo ácido destes pães, são também responsáveis pelo maior tempo de vida útil do pão. Bem acondicionado, este pão permanece em condições de ser consumido durante alguns dias. E porque as fermentações são mais lentas, e o fermento contém não só leveduras mas também lactobacilos e outra bactérias benéficas, este pão é mais fácil de digerir. O fermento tem tempo de transformar o amido em diferentes hidratos de carbono, tornando assim o pão mais interessante em termos nutricionais. E ao digerir parcialmente o gluten presente nas farinhas torna também o processo de digestão do pão mais simples.


O Pão

Menu img

Os pães que temos

Produtos sempre disponíveis

O primeiro pão a ser desenvolvido, e no fundo o responsável pelo surgimento da Pão com Tempo, foi o Campino. Um pão de farinha branca de trigo, inspirado no saber e no sabor do pão Ribatejano, terra das raízes do nosso padeiro. O nome Campino é uma singela homenagem ao Ribatejo e às suas seculares tradicões muito ligadas à lezíria.
Disponível simples ou com nozes.

O Integral é semelhante ao Campino, mas feito com farinha integral de trigo (T150). Com um farelo grosso, esta farinha é muito rica em fibra alimentar, e a fermentação longa da farinha integral dá ao pão um aroma muito rico.
Disponível simples ou com sementes.

O Centeio é um cereal tão ou mais antigo que o trigo na elaboração do pão. Em Portugal é mais usado no interior Norte do país. Utilizamos farinha integral de centeio (T170) por ter um farelo grosso e abundante, e isto faz toda a diferença em relação aos outros pães de centeio, já que habitualmente o que se vende são pães de farinha branca de centeio, ou integrais mais finas (T85). O resultado é o pão muito rico em fibra alimentar, de miolo consistente e sabor intenso, fruto da fermentação longa do farelo de centeio. Acompanha muito bem queijos e/ou doces e compotas.
Disponível simples e com sementes.

O pão de Aveia é uma criação Pão com tempo, para corresponder a um pedido de uma cliente e amiga. E o resultado foi um pão de miolo húmido mas fofo, muito saboroso, e com menos gluten que o pão de trigo, logo mais facilmente digerido. Por ter um teor de água superior ao pão de trigo, não seca quando se coloca na torredeira, resultando numa torrada mais húmida, a fazer lembrar pão acabado de fazer. É um pão branco com aromas e sabores a lembrar os pães integrais.
Disponível simples, com sementes ou com nozes.

O pão de Alfarroba é mais uma criação Pão com tempo. Um pão escuro, mas escuro porque é feito com farinha integral, e não apenas por causa da cor própria da alfarroba. Farinha integral de centeio, sementes e o toque adocicado e muito característico da alfarroba fazem deste pão uma especialidade, diferente de tudo o que já tenha provado.

Para quem tem intolerância ligeira ao Gluten, ou simplesmente para quem gosta de variar a sua alimentação, temos o pão com baixo teor em Gluten, o Sem Trigo. Feito com farinha sem gluten, à base de farinha de arroz integral, este produto não é apto para celíacos, uma vez que é produzido num processo que não garante a total isenção de gluten.
Disponível simples ou com alfarroba.

As nossas Sementes são uma mistura de sementes de papoila, linhaça dourada, sésamo, girassol e abóbora.

Em relação ao Sal, o nosso pão tem um teor médio/baixo de sal. O teor máximo de sal no pão é de 14gr por quilo de pão, sendo que normalmente em Portugal o pão tem cerca de 12gr de sal por quilo. O ministério da saúde anda em negociações com o setor para que o teor de sal baixe para as 8gr/kg, e o nosso pão têm entre as 8 e as 10gr de sal por quilo, dependendo do tipo de pão. Mas não perde sabor, fruto da utilização da sourdough ou massa velha.



Quem está por detrás do projecto

team img

Nuno Azoia

Empreendedor & O padeiro